Total de visualizações de página

30 dezembro 2011

Crônica das Nuvens:Capitulo IV

Capitulo IV

Os reflexos de um novo dia formavam-se na imensidão do mundo de nuvens ao seu redor. A grama arroxeada de reflexos a guiava por seu caminho, seguia o vento para longe da cachoeira de formação, para o ponto mais alto das nuvens.
“O que tem nesse lugar?” sua pergunta ecoava pelos morros rosados para o horizonte que aos poucos ficava azul.
“Eu não sei bem” e a voz dele voltava como a brisa de deleite da manhã em seu rosto.
A menina interrompeu seus passos e suspirou aquela sensação. A quanto tempo? Quanto tempo não sentia a brisa do amanhecer fora de casa? A leve sensação de respirar o primeiro ar do dia. E espreguiçou-se como se houvesse acabado de acordar.
E quando abriu os olhos o vento a olhava de cima de um pequeno morro que dava para a nova trilha, muitas novas trilhas na realidade, que se  formavam no amanhecer de um novo dia naquela nuvem.
“Demos sorte. A nuvem fez seu primeiro aniversário.” Ele disse lhe estendendo a mão para que continuassem.
“Primeiro aniversário?” ela questionou subindo com seu auxilio.
“Agora essa nuvem tem um dia completo. Não é uma sorte?” ele disse com enorme satisfação. “ E eu tenho orgulho de minha nuvem.”
“O que é ter só um dia?” ela perguntou com o realismo de um adulto apressado e a petulância de uma criança desatenta.
E o vento pareceu se irritar com essa pergunta.
“O que é um dia para você, humana?” repeliu com azedume e um certo desgosto. “Um tempo de espera para o resto da vida? Um dia passa assim tão rápido para quem corre, como vocês que habitam o plano terrestre de uma realidade apressada. O que é ter só um dia? Não é nem tempo de começar um projeto. Não é nem tempo de viver um romance. Não é nem tempo de viver sua vida. O que é ter só um dia? Para vocês é um dia de trabalho. Um dia de estudo. Um dia de construir o futuro. Mas até parece que vocês não sabem que o dia seguinte é o futuro... ‘só mais um dia?’ O que é ter só um dia?”
E a menina parou para refletir enquanto o vento abria os braços longos que apontavam ao redor, e soprava nas direções mais variadas de sua nuvem.
“Mas para uma nuvem um dia é uma vitória. É ter sobrevivido a um dia de passeios pelo céu, de metamorfoses desse mundo inconstante. Porque é assim que somos, a nuvem e eu. Um dia é todo um tempo, são mais de horas, são mais de minutos, são mais de segundos. É tempo de estar em muitos lugares. É tempo de se tornar bela e cheia. É tempo de construir um mundo. Um dia é uma vida inteira para quem poderia acabar-se em segundos”
A menina começou a pensar em seus dias ociosos. Em seus dias corridos. Em seus planos para o futuro. A maioria das vezes, sua expectativa era de que o tempo voasse para o futuro. E assim era com sua mãe. E assim era com seus amigos. E assim era com todos os que viviam ao seu redor. O que era apenas um dia?
“Talvez, eu devesse viver um dia como uma nuvem.” Ela concluiu.
“Ou talvez você devesse viver um dia para uma nuvem.” Ele respondeu.
“O que isso significa?”
“Venha.”
                E eles seguiram seu caminho para o ponto mais alto das nuvens, enquanto o que ficava para trás começava a embranquecer, e ao fundo da paisagem, outras nuvens surgiam,outros mundos surgiam, guiados por muitos ventos, orgulhosos de suas nuvens que haviam completado mais um dia.  
Cronica das nuvens
Continua...

8 comentários:

  1. Oi linda! Já inclui seu link na lista numerada dos parceiros (nº 221) e postei o selinho na pag de diversos.
    Bjão e um 2012 cheio de conquistas.
    Lu

    www.voudeblog.com

    ResponderExcluir
  2. Ahhh Legal o seu blog! ^^
    Aceitas parceria com o meu?
    http://kakacasanova.blogspot.com/
    já estou a seguir!
    poderias seguir o meu também?!
    Bom, Bom Feliz Ano Novo!
    Boas Festas!
    Estarei a espera da sua resposta
    Byee

    ResponderExcluir
  3. Eeei Feliz ano novo! ^^

    Devo estar ausente mesmo, você está no capítulo quatro e eu nem vi os outros três ._.
    Mas gostei da ideia de você falar das nuvens, ontem eu assisti um filme em que o personagem principal, que era escritor, queria produzir um livro que falasse da vida, não da vida das pessoas, mas a vida por si só. Lembrei disso.
    Vou procurar os capítulos anteriores e entender melhor a história ^^

    Beijinhos ;*

    ResponderExcluir
  4. Ameei o blog florzinha!
    Já estou seguindo!
    Se importa em seguir-me?
    http://viviancomn.blogspot.com/
    Se inscreve no meu canal?Vou começar com tutoriais esse ano!
    http://www.youtube.com/user/ViviancomN
    Beijos ;)

    ResponderExcluir
  5. Que Lindo! Tá cada vez mais me impressonando, sabia?
    Tô viciada já *-*
    que venha o capitulo 5!
    bjo
    http://ins--piracoes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi Mari *-*
    Primeiro, desculpa pelo sumiço :/
    Tenho sempre acompanhado as postagens, mas a minha vida virou uma confusão ultimamente...
    Quero também te parabenizar pelo aniversário do blog e dizer que estou adorando a Crônica das Nuvens *-*
    Um beijo,
    Ellen

    http://pontadeimpacto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Adorei o blog
    ja estou seguindo!
    da uma passadinha la no meu blog
    e se gostar fique a vontade para me seguir
    Também.
    Tem sorteio por la !!
    Participa!!Fica com Deus
    feliz 2012
    Xoxo
    http://karenbarbiepink.blogspot.com
    Link do sorteio
    http://karenbarbiepink.blogspot.com/2011/12/sorteio-o-primeiro-de-varios-em.html

    ResponderExcluir
  8. Eu Adorreei aqui ta de Parabéns seu blog e muuuito bom eu amei amei tudo as postagens são impecáveis , eo design ta PEERFEITO , vou sempre estar aqui em ... já sigo segue de volta ?
    Portal Disturbia

    ResponderExcluir