Total de visualizações de página

07 dezembro 2012

The lovely bones - Um olhar do paraiso



Susie Salmon é assassinada por um vizinho. Agora seu espírito vaga por um mundo intermediário (the in-between) do qual observa a vida da qual foi prematuramente arrancada.
The lovely bones é um filme do diretor Peter Jackson, baseado no livro de mesmo nome de Alice Sebold.( que está na minha wishlist pro natal)

Eu havia visto o trailer desse filme quando foi lançado (em 2011) e fixado a imagem do mundo paralelo de Susie na minha cabeça. Esse trailer me inspirou a escrever uma história que até hoje está em stand by (mas que eu quero muito escrever). Só que eu acabei não indo ao cinema ver o filme e acabei deixando pra lá.


"My name is Salmon, like the fish"



Até que três meses atrás encontrei o DVD na promoção e acabei comprando (como sou teacher gosto de ter filmes com legendas em inglês pra passar para os meus alunos). Demorou mais 3 meses pra eu tirar o DVD do armário e assistir.
"Susie is in the in between"


Valeu muito a pena. A história segue num ritmo suave e é do tipo que você vai precisar de uma caixinha de lenços para assistir. The lovely bones fala de um profundo amor familiar que, ao mesmo tempo não permite que se siga em frente, mas aos poucos guia cada um dos personagens a aceitação e ao alivio de um trauma tão profundo.
"there was one thing my murderer dind't understand;
He didn't understand how much a father could love his child"


Além disso, como um aspécto secundário, mas não desimportante, existe o primeiro amor de Susie, Ray Singh. Susie foi assassinada na véspera de seu encontro e de um provável primeiro beijo.
"If I had but an hour of love; If that be all that is given me,
An hour of love upon this earth, I would give my love to thee"



O mundo perfeito de Susie se altera gradualmente de acordo com seus sentimentos e é como os nossos, maleáveis, instáveis, mas profundamente sinceros. Um lugar ideal, no entanto é um lugar ao qual Susie não pertence. A expressão "lovely bones" é usada por Susie como laços que se constroem com força e os tipos mais sinceros de amor. É uma história que ensina a deixar de olhar para trás de um mundo estático e seguir em frente, mesmo que isso signifique seguir por um caminho tortuoso e também permitir que aqueles que seguem conosco se libertem.
"These were the lovely bones that had grown around my absence"



Além de tudo o filme tem o impacto de uma cativante trilha sonora. Sem falar no elenco que conta com Mark Wahlberg (que estreou esse ano no filme Ted) e Saoirse Ronan (e como essa menina é linda!)


É isso pessoal, espero que vocês tenham gostado :)




4 comentários:

  1. Mari e seu olhar sobre os filmes que vê, eu curto em suas resenhas de filmes o quanto fala com empolgação sobre o que assistiu, fez, ou leu! continue assim!

    ResponderExcluir
  2. Passou esse filme ontem no SBT.
    Quando eu vi, acabei o filme achando que era ruim ao mesmo tempo que era bom.

    ResponderExcluir
  3. Buenas, enhorabuena por el blog, me gustaría intercambiar enlaces contigo y que nos sigamos mutuamente.
    Un enorme saludo desde http://orgullobenfiquista.blogspot.com/
    http://bufandasybanderasamps.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Eu vi uns pedaços desse filme mas nunca peguei para assistir inteiro. rs' eu costumo evitar dramas, e todo mundo sempre diz que dá para chorar litros com esse filme,então não fui atrás. ^^'> mas sempre achei as imagens muito bonitas, vou ver se assisto, sim :D

    ResponderExcluir